Pin It button on image hover

Não sou de ninguém...

Não sou mais de ninguém, pertenço ao vento, minha alma perambula livre por entre as ruas.
Agora posso me jogar, voar; se me sentir capaz de fazer, eu posso.
Não sou de mais ninguém, meu coração agora bate por si próprio egoistamente, mas feliz.




Nenhum comentário:

Postar um comentário