Pin It button on image hover

Entendendo as ausências,

1286233420853_f_large

Será que você ainda se lembra da primeira vez que nos falamos? Porque eu me lembro perfeitamente, te achei estranho e ao mesmo tempo especial, foi amizade a primeira vista, mas só a primeira vista, os anos se passaram e eu comecei a sentir algo um pouco diferente, até lá, você já me contava um pouco de seus segredos, e partilhava dez de cada cinco opiniões suas, era muito bom te ver todos os dias na escola, e quase sempre ir embora com você.

Mas depois de um tempo isso não estava sendo o suficiente para um de nós dois, a coisa ficou diferente, a gente ficou distante um tempo, mas logo voltou a amizade, mas desde então, ficava sempre um medo de falar algo errado, os segredos já não eram mais divididos com tanta frequência, veio a confusão de sentimentos, recuando e avançando em valores iguais, e no meio disso tudo corações sofrendo. Mas foram tantos bons momentos que no final de tudo, ainda valia a pena continuar ao seu lado.

Foi aí que aconteceu o que eu jamais preveria, que a pessoa que eu mais confiava, e pensava que me entendia no mundo, se comportou da maneira que eu menos admiraria, e aí não teve amizade que suportasse, amor que bastasse tanta decepção, eu fui me afastando aos poucos, e você pareceu nem notar, até que eu nunca mais liguei, nem apareci, muito menos quis saber notícias suas, o pior que foi recíproco, e fiquei sentada de frente para nossa foto me perguntando se havia me enganado esse tempo todo.

E como eu tenho saudade de quem nós éramos, de quem você já foi um dia, mas essa pessoa que agora está vivendo sua vida e atendendo pelo seu nome, não me agrada nem um pouco, me é um estranho, alguém de quem a única coisa que eu quero é sua ausência em minha vida, muito triste termos chegados a esse ponto, e já faz algum tempo que eu não me culpo mais. Mas dentro de mim eu ainda não desisti, e se um dia, imagine que lindo, você me ligar, querendo aquela amizade tão gostosa de volta, não haverá nada que me impedirá de ir correndo falar com o meu amigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário