Pin It button on image hover

É algo que mora entre a paixão de arder, e amar...


Não é atração, talvez não somente, muito além de um bem querer, mas bem perto de um cuidado cheio de carinho de quem gosta muito de alguém. É algo que mora entre a paixão de arder, e amar arrebatadoramente, mas nunca excede, talvez pelo medo, ou por simples cautela, esta, que receio estar perdendo a cada vez que nossos lábios se aproximam de um encontro, e em minha mente o desejo de que tal, não tenha fim...

E quando a saudade vem, repouso meu olhar na direção do caminho que sempre me leva a você, e os nossos momentos um, a um, passam deliciosamente sobre a retina, do fundo de minhas lembranças mais preciosas, trazendo consigo todas as sensações que me vieram em tais momentos. Tomo fôlego, e faço uma leitura rápida de quanto afastei-me do planeta, percebo, paralisada, nem ter visto o tempo passar. Deixo a vida seguir, mas sentindo, o sentimento percorrendo cada canto, despertando arrepios na pele e um sorriso constante no olhar.

Fecho os olhos e mergulho, nado até o fundo, resgato um detalhe, um aroma que me lembrasse de algum momento, e retorno a superfície triunfante, e dia após dia, vou montando esse quebra-cabeça de nós dois, descobrindo as distâncias, perdendo o medo de remar mais longe, de te querer, de querer que sempre exista um "nós", talvez esteja descobrindo o caminho para ser feliz sabe? E é bom demias te ter caminhando comigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário