Pin It button on image hover

Alô sociedade!




Estou interrompendo o meu trabalho (pela centésima vez hoje), mas desta vez não foi pra olhar as atualizações do Facebook, ou ver a nova coleção de sapatilhas que blog "fulano" postou, estou interrompendo pra dizer o quanto é triste não saber pegar algo e ir até o fim, sem interrupções e desistências. O sentimento no final do dia passa de "dever cumprido" para "total fracasso", e vai virando uma bola de neve, dia após dia, fracaço, coisas que nós começamos e nunca terminamos.

Por vezes pomos a culpa no salário ruim, no clima péssimo, ou na falta de educação das outras pessoas, jogamos tudo nas costa do generalizado termo "o mundo não tem mais jeito", é o mais simples e mais confortável nestas horas, depois de justificarmos nossa insensatez podemos dormir com a consciência tranquila. Mas cansei, não quero ser escrava das minhas vontades, e quer saber? Nunca consegui ficar tranquila mesmo jogando a culpa em outro alguém.

Está na hora de acordar gente! Porque nada vai sair bem, se não for com nosso esforço e determinação, chega de pegar atalhos em ruas tortas chamadas de "desculpas". Eu sei que o salário está ruim, e que muita gente até paga para ver seu fracaço, que a gasolina está a cada dia mais cara e os empregos mais longe de casa, que seu cachorro morreu porque não teve tempo de cuidar dele, que quanto mais se fala em vida sustentável e consciência ambiental, em nada tem mudado a crescente poluição e o descaso. Mas sabe o que acontece? Nós passamos mais tempo dizendo o que deve ser feito, do que cumprindo isto!

Agora você pensa: "É né Day, você é uma que já fez três parágrafos e não te vi provar nada disso, e nem te vi fazer!" Sim é esse o espírito! Um tapa na cara da sociedade e na minha também, pra ver se a gente acorda e começa a por em prática os nossos planos de salvar o nosso futuro, mas para isso dar certo devemos começar conosco, depois em nossas casas, ruas, bairros, cidades, estados enfim o planeta, basta acreditar e querer ser a mudança que desejamos ao mundo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário