Pin It button on image hover

Dando o braço à torcer


Neste exato instante, tenho uma fome sem cabimento, uns dedos do pé meio congelados e uma barriga precisando de sofrer uma série de cem abdominais no mínimo. Uma música bem mulherzinha toca no Kaboing, minhas desculpas Taylor adoro suas músicas... Acabo de respirar fundo com ar de quem acaba de desistir de algo, e também acabo de pensar o quão ridículo é compartilhar isso...

Minhas costas já cansaram de ficar nesta posição "vagando pela internet madrugada a fora", meu corpo pede cama, mas não quero, na verdade tenho medo, aquele medo de vaca indo pro matadouro, pois sei muito bem que quando minha cabeça encostar naquele travesseiro de algodão sintético, tudo que ocorreu no dia de hoje passará por minha mente, tudo que tem me entristecido nos últimos tempos virá à tona de novo, e de novo...

Como para que eu não me esqueça de lamentar e sofrer por tudo, mas chega uma hora em que a gente cansa de dar murro em ponta de faca, cansa de gastar lágrimas e arder os olhos por nada, e contando isso, acabo de adiantar a rodada de sofrimento noturno de hoje, várias coisas começaram a ser arremeçadas em meus olhos, várias cenas que não deveriam estar no filme da minha vida, droga! Não consigo me focar e outra coisa...

Outro suspiro, a noite vai ficando cheia de horas, e na verdade o que adiei nos últimos parágrafos parece não ter escapatória de sair aqui, não consigo mesmo escrever nada que não fale de saudade e amor, sinto os dois e mais um outro chamado orgulho toda vez que eu cruzo com esses seus olhos cor de tempestade, e dentro de mim fica um cabo de guerra entre orgulho e saudade, no meio o amor que tenta sempre apaziguar tudo.

Mas como parei de alimentar a saudade o orgulho forte e competitivo sempre ganha, o amor chora, a saudade perde mais um pedacinho, e o vencedor sempre me faz ir embora pra casa com aquela incerteza de  não ter dado o braço a torcer e ter dito que sinto a sua falta, que estou pouco me lascando com tudo que aconteceu, que eu só queria que nós dois fôssemos o nosso início de novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário