Pin It button on image hover

"Xô desilusão eu quero mais amor!"

Sunlight_caught_in_blonde_hair_by_escaped_emotions_large

A sensação era tão estranha quanto andar de costas dentro d'água, nunca havia pisado em tal território, nunca havia saído da zona de conforto que era sofrer por amores perdidos e sempre se contentar dizendo que a culpa era dela. Mas algo saiu fora de seu controle desta vez, não sentia culpa, nem dor, pelo menos não mais... Estava liberta!

E como gostava disso! Sem isso de se afundar em brigadeiro e sorvete, em frente a um filme triste nos sábados à noite, ela até emagreceu e agora sua agenda sempre anda lotada de compromissos, sua vida deu um giro de trezentos e sessenta e um salto mortal para a alegria. O cabelo ficou até mais bonito e a pele? Uma maravilha! Até o carteiro reparou...

Finalmente estava experimentando o que era amor próprio, se amava e se cuidava sem deixar escapar um dia se quer, percebeu que para ser completa ela só precisava dela mesma, de um bom salto e velhos amigos. A paixão era sim bem vinda, mas agora apenas como adição, a alguém que já era linda demais, morena demais de uns olhos castanhos intensos e um bom emprego, de cheiro doce de quem usa perfume de menina num corpo de mulher.

Só a velha lição de amar primeiramente a nós mesmos pra depois amar a vida, pois para quem amamos só desejaremos coisas boas, o melhor, e ela aprendeu bem isso, e pratica e pratica, pratica e hoje ensina, e convida a todos vocês à tentarem também!

Nenhum comentário:

Postar um comentário