Pin It button on image hover

O que minha cidade tem de melhor: Kellen Barelo



Ligo a TV, passo os canais e não encontro nada que me agrade. Então me dirijo à geladeira, abro e vasculho seu conteúdo sem encontrar o que quero comer. Pego um livro que estou lendo há uns dois meses, três páginas, nenhum interesse. Música é sempre a saída, mas não está me preenchendo, tem sido mais um plano de fundo. Pego meu telefone, olho a agenda e não tenho vontade de ligar pra ninguém. Volto à geladeira, tento o armário. 
Vontade de algo, vontade de nada. Tomo um banho não muito demorado, esfrego o corpo até ficar vermelho, lavo o cabelo e saio. Me regozijo com a sensação pós-banho. Deito na cama com uma satisfação que dura dois minutos até o teto começar a me encarar. Ignoro, obviamente. Não obstante, o teto insiste em me observar com reprovação. Ele me olha como se ele visse. Como se conhecesse o diâmetro do vazio dentro de mim e com isso calculasse sua área. Me viro, deito de lado, mãos abraçadas ao meu peito. Sinto que diminuo em minha cama. 
Vontade de me esconder do teto. Vontade de comer, de ler, de ver TV, de tomar banho. Vontade de beber. Vontade de ver, ouvir alguém.Inquietação.Vontade de me agarrar a alguma coisa, a qualquer coisa, só pra ter algo pra segurar, só pra manter as mãos ocupadas, a mente concentrada. Só pra não ter que encarar o vazio aqui dentro. Só pra esquecer que até o teto, que é só um teto, pode ver que falto algo em mim. Inquietação.Ligo a TV, passo os canais e não encontro nada que me agrade. Então me dirijo à geladeira, abro e vasculho seu conteúdo sem encontrar o que quero comer.

Kellen Barelo

Mineira, futura engenheira de petróleo, cristã, apaixonada por Deus! Eu faço parte de um geração que ama e busca o Senhor em todo tempo. :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário