Pin It button on image hover

Das cartas que eu nunca mandei


Não vou ficar prometendo que este será o ultimo texto sobre nós, mas que será um exato resumo de tudo que se passa com meus sentidos quando te vejo, será. Há exatos 365 dias, a esta hora eu estaria pensando em argumentos para aquela conversa séria, que era o ponto final de tudo, confesso que eu nem sonhava que as coisas levariam esse rumo, e isso explica bem porque eu chorei no escuro, e permaneci em silêncio, não era porque não tivesse nada o que falar, mas é que não conseguia transformar os meus pensamentos em palavras, em minha mente eu gritava o tempo inteiro o quanto eu queria que tudo o que eu estava ouvindo ali fosse mentira sua, e que no final das contas, você iria me abraçar e dizer que valia a pena tentar, que ia ficar tudo bem.

Mas não ficou, você não parou de dizer, e eu não conseguia expor os meus argumentos, sabe quando eu disse pra gente começar de novo e não ligar para o que os outros iriam dizer? Eu queria mesmo, era  dizer EU TE AMO, e pouco me importo se isto aqui é certo ou não, eu poderia aprender a conviver e amar os defeitos, sim. Nada feito, eu sempre escrevi para as pessoas dizendo que elas tem que lutar pelo que elas querem, e ir atrás dos seus sonhos, mas não fui capaz de te ligar, e nem de ter pegado um táxi e ido atrás de você naquele primeiro de janeiro... Por mais que não obtivesse resultados, pelo menos eu estaria tranquila agora, sabendo que fiz de tudo por nós.

Agora essas coisas não passam de meros "e se..." em minhas lembranças, eu quis que desse certo, de verdade, vou te contar, não foi fácil me deparar com você ao longo deste ano, as vezes doía, as vezes eu gostava, e em todas vezes eu chorava com o travesseiro, por não entender o porque de todos os membros do meu corpo quererem me arrastar até você, e a razão sempre bradando que eu não poderia fazer mais isso. Cada vez que alguém passava com seu perfume, as lembranças invadiam minha mente, comprimia os lábios e respirava fundo, ouvir seu nome era o equivalente a levar um choque elétrico e um banho de água quente no peito, e deixar de sonhar não foi fácil., deixar de pensar, de querer, meu Deus! Tem noção do quanto era difícil ouvir o celular tocando e não ser você?

Então hoje, estou lamentando, esse ano, mas jamais lamentarei ter te conhecido, e muito menos esquecerei do quanto perfeito foi segurar sua mão pela primeira vez, e nem do quão triste foi nosso ultimo beijo, ao contrário das outras garotas, eu não vou ficar aqui te desejando mau, muito menos odiando a menina que será sua próxima namorada, e talvez a pessoa que você realmente goste de verdade, muita gente confunde posse com amor, quem quer ser dono não admite ver o outro feliz sem ele, mas quem ama, quer a felicidade do outro apesar de, mesmo que, e é isso que eu lhe desejo, apesar de tudo que eu tenha passado, mas foi isso que me fez crescer, e aprender o que é amar alguém. Não é tristeza que eu tenho aqui, é satisfação de ver o quanto você me fez crescer, e é disso que eu quero sempre lembrar, afinal, você sempre será meu primeiro!

4 comentários:

  1. Sabe, uma coisa que eu sempre tenho em mente (por mais que pareça egoísta) é que quando sentimos uma coisa por alguém e não é recíproco, quem sai perdendo é sempre a outra pessoa, e nunca a gente. Olha, nós sentimos uma coisa tão bonita, damos a oportunidade para a outra pessoa de sentir isso conosco... Quer coisa mais bonita? Se martirizar por não ser compreendida e amada é o pior erro que podemos cometer! O negócio é isso mesmo, tomar de experiência, crescer com a situação. Se pudemos amar uma vez, mesmo dando errado, podemos amar outra vez, só pra ser melhor, e crescer mais e mais.
    Dayanna, te desejo um ótimo Natal! Obrigada por você estar sempre por aqui! =^.^= Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Assino em baixo né Ceres? Disse tudo! Um feliz natal para você, eu que lhe agradeço por todo o carinho, sucesso para nós! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Laiali Safa, a você também! Beijo!

    ResponderExcluir