Pin It button on image hover

Sou eu


Essa onda do mar que não sabe se vai ou se fica, essa explosão de energia às três da manhã, esse sorriso tímido de quem tem medo de não ser aceito, essa coragem absurda de dizer o que realmente sente e pensa num mundo onde manter as aparências e ocultar o seu "eu de verdade" é quase que um ato de sobrevivência, essa metamorfose constante, mãos inquietas, ser dona de uma vontade louca e apaixonada de pegar a humanidade no colo e ninar, cuidar, essa fé que se não é capaz de fazer isso Deus é, essa mania de sempre achar que as pessoas tem jeito sim.

Todas as canções, melodias e perfumes doces, e toda a suavidade que a chuva de outono traz com seus ventos, e as folhas caindo, aquele banco da praça onde as pessoas sentam para ler, todos os livros independente da capa, os momentos de silêncio às seis da manhã enquanto só o pensamento grita as necessidades, toda felicidade e riso contido, cada rara e indescritivelmente perfeita tarde onde o sol colore tudo de laranja, cada raiozinho de luz que o sorriso de uma criança tem... Sou eu, são partes de mim, minha matéria prima, meu combustível.

 Sou um pouco de mistério, confusão e até mesmo certeza, alegria de viver em cada poro, de ser sem correntes, de apenas ser tudo o que vivo e sinto, tudo que me rodeia, que me cativa, de criar minha própria história dia após dia, com as páginas que a vida me dá.

4 comentários:

  1. "... de criar minha própria história dia após dia, com as páginas que a vida me dá." Nossa, achei essa frase a mais perfeita do texto todo. Amei o texto, de verdade! Me identifiquei muito <3
    Beijoo!
    http://estilo-romantica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Carol, foi a melhor frase. E olha que tem muitas "ótimas".

    ResponderExcluir