Pin It button on image hover

Brinquedo torto


Eu não sorri na hora certa, não disse as palavras que todos dizem, muito menos retornei a ligação. Na verdade aqui dentro nada se encaixa, nada se liga, nem conspira ao meu favor, meu próprio coração, sacana, não coopera com a situação. Mas me vendo, me promovo, sem dizer que sou um brinquedo torto. Que tenta se encaixar em algum lugar que mal sabe qual.

Penso ser a falta de alguém que sentasse e lesse o manual, não fosse logo assim de cara me montando como acha que eu deva ser. Me encaixando dentro das suas próprias carências e vontades, olá? Tem alguém aí prestando atenção em mim de verdade? Tem alguém disposto a me tratar como a pessoa frágil que eu realmente sou? Alguém disposto a descobrir isso? Porque dói carregar nos ombros as falhas dos outros e ter que ser a muleta dessa consciência manca do que é ou deixa de ser bom.

Cansei de ser o curativo, quero ser a ferida, cansei de ser o remédio e todos os cuidados, EU quero recebê-los. Alguém aí quer um brinquedo torto?

Nenhum comentário:

Postar um comentário