Pin It button on image hover

Amor de verdade não tem no dicionário



 a·mor |ô| substantivo masculino1. Sentimento que induz a aproximara proteger ou a conservar a pessoa pela qual se sente afeição ou .atraçãogrande afeição ou afinidade forte por outra pessoa (ex.: amor filialamor materno).(latim amor-oris)

Fui procurar a definição de amor no dicionário e me dei conta de que estava vivendo algo muito diferente, moço(a) que fez este dicionário, o senhor (a) já amou alguma vez? Eu também pensei que já havia amado, mas depois percebi que eu só gostava de ter alguém que regasse meu ego o tempo inteiro, e quando alguém não faz isto, o que te leva a ainda amá-lo? Quando tudo que se tem é silêncio, e um abraço espalmado, cuidadoso, esquecido no tempo? Ama-se a calma que o outro te dá, ou a paciência que este te faz criar, mesmo não tendo. O amor não é provido de desconfianças, e a saudade não é algo ardente, e insuportável, apenas constante, o físico não interessa, mas sim o todo, o toque, os olhares, o sorriso, a forma de andar, como as mãos entrelaçadas se acariciam como se ambos confidenciassem seus segredos ali.

Amor, meu caro, não tem datas certas, o vivemos todo dia, perdoamos a todo instante, aprende-se a ser submisso e cativo aos desejos do outro, mas amor não é cegueira,  apesar de nos segar das impossibilidades e obstáculos que surgem, ao mesmo tempo que nos deixa de olhos bem abertos para enxergar todos os defeitos do outro, olhos abertos e coração escancarado para compreendê-los, contorná-los, e perceber que há muito mais pelo que se amar nas qualidades. Não necessita de provas constantes, e reafirmações bordadas todos os dias, mas apenas da presença do outro, da preocupação diária, da maneira como ele pronuncia seu nome, e seca as suas lágrimas, como pode ter o poder maravilhoso de te encaixar em sua agenda, e de priorizar seus telefonemas mesmo sendo chatos e cheios de reclamações as vezes.

Então cê entendeu moço(a)? Que nem se a gente procurar por ele a vida toda, nem se o tornarmos uma tese, a ser estudada pela eternidade, chegaríamos a uma conclusão exata, a um resmo do que seria o amor "no duro", porque amor a gente não resume, não rotula, não implora, não vende, apenas sente, e fica por aí tentando explicar isso por textos em blogs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário