Pin It button on image hover

Como é morar na sua orbita.


Mais uma vez vou sentar aqui para falar de amor, entre um trago e outro do seu perfume que ficou pelo meu corpo, que me lembra prazer. Estar ao seu lado é brincar de quente e frio o tempo todo, agora vem me dizer se isto é completamente bom ou ruim? Você também não sabe, aí vamos vivendo. Minha vida em apenas uma linha. Você me compactou nessa garota louca que ri no escuro, sabe Deus lá do quê. Gosto dos seus julgamentos precipitados, me divertem em pensar nos seus absurdos entre o nosso quente e frio.

Me lembre de te escrever dando parabéns, por ser o único homem até hoje quem me desperta amor e asco, por me levar ao céu e sim, ao inferno em questão de minutos, e no final sou só mais um gatinho ronronando, me esfregando aos seus pés te pedindo para ficar. Tendo que pescar cada palavra minha antes de pronuncia-la para você, pescá-las neste mar de ressaca que é a minha cabeça. Dou mais um trago no seu cheiro de corpo que ficou nas minhas mãos, prendo o ar e espero que ele entranhe dentro de mim, para eu ser você quando ausente comigo.

Tem horas que quando desligo o telefone sem me despedir de você é para me perguntar "o que estamos fazendo conosco, além de amor?" É. Sempre pensei que tinha algo mais para mim do que ser apenas um minúsculo planeta à sua volta senhor sol. Mas a gravidade que me mantém ao seu lado é mais forte que a minha vontade de experimentar o que tem no escuro do universo, do meu medo de cair para sempre se você não estiver lá para me segurar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário