Pin It button on image hover

Eu quero flores e Poema 9 de 365


"Nem tudo são flores" minha mãe usava esta frase como ponto final em qualquer discussão possível sobre as mazelas da vida, e eu sempre a deixava ganhar depois disto, mas agora cansei da peleja, e de nunca chegar, de caminhar só entre espinhos, quero chegar na rosa, quero flores no caminho, muitas, de todos os gestos e jeitos,  quero a suavidade dos lampiões, a delicadeza dos copo-de-leites, a fartura das pétalas do cravo, o cheiro perfeito da baunilha, a presença incontestáveis das damas-da-noite, a rareza das orquídeas, a popularidade das rosas, a alegria das margaridas.Quero que tudo seja flores, se não hoje amanhã, mas que seja, se não num instante ou pela vida toda, mas seja.

Poema 9 de 365

Quero ser doce no teu amargo,
preto no seu branco,
recordação constante na sua memória,
o seu agora e para sempre
a sua dor mais contente,
o seu ir urgente,
e o retorno consciente.

Seu desejo mais ardente,
a vontade mais precisa
todo amor da vida
o que te levita,
o que te firma no chão
a âncora, o mastro e a vela
do seu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário